quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

SÃO LULA PRESIDENTE - Mensagem final







"Minha felicidade estará sempre ligada à felicidade do meu povo.



Onde houver um brasileiro sofrendo, quero estar espiritualmente ao seu lado.



Onde houver uma mãe e um pai com desesperança quero que minha lembrança lhes traga um pouco de conforto.



Onde houver um jovem que queira sonhar grande, peço-lhe que olhe a minha história e veja que na vida nada é impossível."



www.douglasfagundesmurta.com



Trecho do último discurso do presidente Lula (TV) - Dezembro de 2010.

domingo, 12 de dezembro de 2010

AMOR ETERNO!


Meu amor das distâncias
o teu corpo... um suspiro das noites que não te senti
Melhor seria... eu sei... que tuas mãos fossem minhas, teus olhos...
mas nada seria... já que no amor nada se tem, mas se constrói

Meu amor das distâncias
a sua palavra... um sussurro dos dias que não te vi
Melhor seria... não sei... se a minha voz rouca ainda encontrasse morada
na tua vida... já que tudo é tão só, mas sem solidão

Meu amor das distâncias
o teu desejo... um raio das madrugadas que não sonhei
Melhor seria... eu sei... a eternidade para as nossas lembranças
mas nada seria... já que as lágrimas levam um pouco de mim em ti.



www.douglasfagundesmurta.com

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

EU NA PISTA

Nada mudará
vento ou saia
na garganta o vacilo primeiro
e beijos, beijos

Eu na pista e 5
eu na pista e já 13

Nada correrá
lenço ou soluço
no silêncio o tesão primeiro
e beijos, beijos...



quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

PARA MONICELLI



saio da casca
quebro vento, busco mar
nada nos bolsos
somente apelos

busco ar
e nuvens irresponsáveis desenham canhões
não quero rosas, não quero dor

saio abandonado
por hábito emociono
no canto dos lábios um sorriso roteiro

saio da casca...



www.douglasfagundesmurta.com

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

SÓ O

Vinal fez aniversário
comprou um livro e dormiu
no princípio dois
no fim nenhum
Silenciado no ventre satisfeito
encontrou tempo para velas
e nada fez, nada fez além de
cantar três, quatro ou cinco com O
Adormeceu com o livro esperando a Rua
cadela macia de fácil hábito e cheiro
boa companhia até nos dias mais distantes de agosto
Rua não late, O não se mete

Fez aniversário pra chuchu
e ficou faltando um dominó
uma peça qualquer do War
Puxa vida, uma peça faz uma falta...
Falta faz você
me olhando da janela
enquanto assisto TV
falta faz você de pijama
escrevendo poemas pra ninguém
e as cartas?

Só O sabe o que não dizer e entender.


www.douglasfagundesmurta.com

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

GUERRAS

Na face
a face mais
a face rude
a face seca

Eu quero guerras
guerras de travesseiros
penas de ganso
bico e traseiro

Eu quero é onda
e no mar lavar a alma
de saudade de você
minha cidade mil

Eu quero plural
para curar o mal das ruas
cicatrizar o lodo
por apenas um dia

No corte
o corte seca
o corte rude
o corte mais

mais só de guerras...




www.douglasfagundesmurta.com

terça-feira, 23 de novembro de 2010

DAMA (para Renata Mizrahi) *

A mulher deixa calada
o vestido
Pronta para cair
despede-se dos seus rios interiores
que transbordaram segredos.




www.douglasfagundesmurta.com



*poesia publicada no livro "Poetta Marulho" (2009)

aMIGOS (para Beatriz Provasi) *

mORO NA RUA
aNDO NA lUA
pAPÉIS CATAM MEU AR NAS ESQUINAS
E NADA, NADA SURGIU ANTES DE NÓS...

aMIGOS DO SIM
aMIGOS DA RODA
aMIGOS POR TODA LETRA

aNDO NA RUA
mORO NA lUA
rABISCOS ESCREVEM OS NOMES NAS ROUPAS SUJAS
E NADA, NADA SURGIU ANTES DE NÓS...

aMIGOS DA PONTE
aMIGOS DO LAÇO
aMIGOS POR TODA LETRA




www.douglasfagundesmurta.com

http://poettamarulho.blogspot.com/

*Surpresa

domingo, 21 de novembro de 2010

NOSSO cRIstO

Para o Rio de Janeiro


Nosso Cristo
cristo chinelo
cristo selo
cristo adesivo

Nosso Cristo
braços, peito recebendo mais um
protetor solar fator 80

Nosso Cristo
cristo carioca
cristo manso
cristo bala

Nosso Cristo
olhos fechados, sonhando esperança
dragão tatuado no braço

Nosso Cristo
cristo fé
cristo irmão
cristo meu.



www.douglasfagundesmurta.com

SAMPINHA

Para São Paulo



Tô legal nas ruas
Felicidade, Felicidade

Tô legal em Sampinha
meu cartão, meu chaveiro
leia na minha camisa:
I LOVE SAMPINHA

Tô legal nas ruas
Praticidade, Praticidade




www.douglasfagundesmurta.com

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

SABONETE

Quero um sabonete
de fim de tarde
bem usado
bem cheio de nós

Quero um sabonete
de fim de mim
bem marcado
bem cheio de sim


www.douglasfagundesmurta.com

INDICAÇÕES do POETTA

Da maravilhosa Renata Mizrahi:

http://www.aotempopalavras.blogspot.com/

Da vibrante Beatriz Provasi:

http://www.numanoitequalquer.blogspot.com/

NOITE

Noite
com frio janto
Noite
com mais perguntas eu escuto
Noite
e me sujo mais, mais, mais

Madrugada
com saudade namoro
Madrugada
com telefone e pizza parada
Madrugada
e me sujo mais, mais, mais

até um novo pedaço
de Noite.


www.douglasfagundesmurta.com

terça-feira, 19 de outubro de 2010

CADA



CADA


Cada carta
cada ponto
cada dia
cada avenida

cada cada

Tudo em mim
cada
um pedaço de você

Tudo em mim
cada
um abismo de você

Cada melodia
cada não
cada ciranda
cada chão

cada cada

Tudo em mim
cada
um corte de você

Tudo em mim
cada
um rascunho de você


www.douglasfagundesmurta.com

sexta-feira, 23 de julho de 2010

POETTA MARULHO: PARDALZINHO

POETTA MARULHO: PARDALZINHO: "de MANUEL BANDEIRA O pardalzinho nasceu Livre. Quebraram-lhe a asa. Sacha lhe deu uma casa, Água, comida e carinhos. Foram cuidados em vão:..."

quarta-feira, 21 de julho de 2010

PARDALZINHO

de MANUEL BANDEIRA

O pardalzinho nasceu
Livre. Quebraram-lhe a asa.
Sacha lhe deu uma casa,
Água, comida e carinhos.
Foram cuidados em vão:
A casa era uma prisão.
O pardalzinho morreu.
O corpo Sacha enterrou
No jardim; a alma, essa voou
Para o céu dos passarinhos!

Petrópolis, 10-03-1943




Bandeira, o gênio!

Simplesmente lindo...

SAKKADA



A sua SAKKADA foi
perder tempo para
animar os navios de
vento e
teia. Mania feia a
sua SAKKADA de me
prender sem seguir o
verdadeiro motivo de
ser SAKKADA.



www.douglasfagundesmurta.com

DESCALÇO NO JARDIM BOTÂNICO


Tropeçar
faz parte
da aventura.


(2007)